“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

16/02/2015

Hoje, 30 anos que faleceu o cantor do povo venezuelano




Que linda canção! 

E que sábias as palavras que dizem assim: pode-se queimar uma guitarra, mas jamais as canções que ela tocou! 

Viva Venezuela!


Primeiro Ely Rafael Rossell , mais conhecido como Ali Primera (nasceu em Coro 31 de outubro de 1941 – faleceu em Caracas em 16 de fevereiro de 1985) foi um cantor, músico, compositor, poeta, ativista político e militante comunista da Venezuela considerado por muitos como um dos precursores da Revolução Bolivariana que levaram Hugo Chavez ao poder, apelidado de "O Cantor do povo venezuelano." 

Hoje, faz 30 anos que faleceu. 

***

Se não serve a minha canção
para que acenda sua alma
queime então a minha guitarra
porém que cresça a sua chama!

Adeus em dor maior
Canção em dor maior
Adeus em dor maior
Canção em dor maior

Em que lugar se perdeu
a canção e o sorriso?
Quando a noite quebrou
seus braços sobre a vida?

Se não serve minha canção 
para que acenda sua alma
queime então a minha guitarra
porém que cresça a sua chama!

Adeus em dor maior
Canção em dor maior
Adeus em dor maior
Canção em dor maior

O caminho é somente
uma das coisas
sementes sem terra
Não te darão rosas

Faltam os amigos 
que marcharam distantes
por dentro da terra
nos sentimentos adentro

Os dedos crispados 
sobre um ventre forte
buscando a vida 
na guitarra mãe...

(tradução livre, Ada)

Nenhum comentário: