“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

25/07/2011

Escritores comemoram seu dia

"O mundo só vai prestar
Para nele se viver
No dia em que a gente ver
Um gato maltês casar
Com uma alegre andorinha
Saindo os dois a voar
O noivo e sua noivinha
Dom Gato e Dona Andorinha".

(Jorge Amado)


Comemora-se nesta segunda-feira dia 25 o Dia Nacional do Escritor. A data foi criada nos anos 60 pela União Brasileira de Escritores, que tinha como uma das lideranças Jorge Amado, um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos. Mais um comunista. Nada mais justo do que comemorar esse dia falando de Jorge Leal Amado de Faria que nasceu em Itabuna, Bahia em 10 de agosto de 1912. Jorge faleceu em Salvador, dia 6 de agosto de 2001.


Encontrei um Stop motion muito simpático sobre a vida de Jorge Amado. A produção foi feita para um trabalho escolar.



2 comentários:

Crisnádia Amaral disse...

Que legal Ada, muito rica esta informaçao, bjos e uma otima semana!!

Ada disse...

Oi Crisnádia! Legal, né? Obrigada pela visita. Beijos