“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

A Lua



Tem coisa que combina
Lua com coruja
Se encaixam na cena
De uma noite serena
É beleza de lambuja
Ada, 14/2/16

#coisasdeada

O pio da coruja louva a lua
Mistérios da vida na minha janela
Nem preciso saber de tudo
Apenas sentir que gosto dela
Ada, 14/2/16


#coisasdeada


Beijim de passarim
Com essa lua linda
O amor chega ao jardim
Ada, 10/2/16


#coisasdeada


Ninguém sabe
Se sou sol,
ou se sou lua
Ele se reflete em mim
E me esquenta tanto
Que resolvo ficar nua
Ada, 8/2/16
#coisasdeada




Lobo!
Uive para além da lua!
A lua guarda todos os sonhos
De sermos todos iguais
De aprendermos a dividir
De juntar a matilha e repartir a caça
Ensina o homem a evoluir!
Ada, 6/2/16
#coisasdeada




Peixe elétrico, vagalume
Bicho bioluminescente
No oceano e na floresta
Mas tem também o bicho lua
No céu fazendo festa
Ada, 31/1/16

#coisasdeada





Lua menina
No rosto nascendo espinhas
No pé sapato alto
E o amor nas entrelinhas
Ada, 29/1/16
#coisasdeada



Lua, uma nota musical
Sustenido ou bemol
Dó, ré, mi, fá
Feminina como a clave de sol
Ada, 27/1/16

#coisasdeada




Inventei cores e pintei o mundo
Linda aquarela num pedaço de papel
Pintei a terra o céu e o mar
Usei imaginação e um pincel

Mas a cor da Lua,
Por mais que fosse fiel
Tentei não consegui imitar
Por mais que colocasse mel

Ada, 26/1/16

#coisasdeada





Em algum momento, 
minha alma se impregnou 
da prata daquele mar 
e minha viagem para lá 
ocorre, às vezes, em sonhos
de quando eu morrer 
ser jogada em cinzas, ali
Em noite de Lua cheia
bem no meio da baía cinza
misturada ao lodo
e histórias do seu povo 
Ficarei ali, 
perdida na saudade 
de ter vivido um dia

Ada 22/01/16



Quando as nuvens envolvem a lua

lhe emprestam xales bordados
São rendas crivadas de gotas
Cristais de chuva roubados
Esvoaçam ao frescor do vento
Embalam as luas no tempo
Como nunca havíamos sonhado
Ada 17/1/16



Tempestade 
Passa pela vida da gente
Desconcerta, desmonta
Nos trata asperamente
Basta pensar numa lua
Que vive passando por fases
Todas elas passam incólumes
Não dá pra lutar contra deuses
#‎coisasdeada
Ada 15/1/16



Porque será que a Lua
Simula silentes pensamentos?
Toda paisagem em que paira
Se transforma num único ritual.
Se houver ruído?
É cantoria alegre de um Lual
Ada 14/11/15


E aí não chove! 
Aqui, nem você podemos ver
Precipitam águas de janeiro
Precisamos delas pra viver
#‎coisasdeada
Ada12/1/16


Lua cheia, és uma pérola.
Poderia fazer de ti um brinco

#‎coisasdeada
Ada 8/1/16



Daqui posso sentir os peixes
Reluzindo prata em suas escamas
Conchas, canções e histórias
Um barco afundado com sua gloria
E a lua cheia para devaneios me chama

#‎coisasdeada
Ada 7/1/16


A Lua declarou prá mim:
Amanhã fará sol
O horizonte vermelho diz
Dependo dele
Pra te fazer feliz

Eu respondi a ela
Que todos estamos ligados
De uma pedra a um sorriso
E não me importa se foi o sol
O brilho dela me leva ao paraiso

#‎coisasdeada 
Ada, 6/1/16



A Lua continua lá
Desenhada com giz
Na parede do céu
Decorei tanto sua geografia,
Olhando-a de noite e de dia
Que podia dizer: fui eu que fiz
#‎coisasdeada

Ada, 27/12/15



Tudo é tão imenso
A Lua, o mar
O amor.
E "ainda que eu falasse
a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria"
#‎coisasdeada

Ada, 26/12/15









Eu vi num filme
A lua engole seu coração
O silêncio dela é imortal

Entregue-se á falta de gravidade
Verá que a vida é uma eternidade
Sentirá que a lua é um êxtase total
#‎coisasdeada 
Ada 19/12/15




Lua!
As vezes você fica tão longe!
É como a esperança de ser feliz
De dar tudo certo...
Uma luzinha tênue
em nossos corações

Lua!
A esperança é o que nos mantém acesos!
Você minguante, precisa voltar a brilhar
E acender com força a poesia de viver
A poesia que todo mundo merece ter
#‎coisasdeada 
Ada, 17/12/15




Vamos desta vez inverter
Eu olho a Terra aqui da Lua
E faço poemas para te surpreender
#‎coisasdeada 
Ada, 12/11/15



No coração dos Alpes Italianos,
a Lua cresce e se finca 
nas montanhas nevadas.
 Arrepios não são só de frio

imagina a emoção 
diante desta miragem?
http://www.viamondo.net/tours_post/via-aosta/#ad-image-0
11/11/15



Lua, foi longo o caminho 
do homem até você.
Mas é incrível quão poucos passos 
o homem dá até a Terra.

Falo daquela Terra fecunda 
que é a sua própria mãe
#‎coisasdeada 
Ada, 10/11/15




Lua sépia no céu
Se mil fotos fizer de ti
Mil poses diferentes terei
Mil cores, mil sons,
Mil sorrisos serei
#‎coisasdeada 
Ada, 8/12/15




Quando bate a solidão
Ela tem essa cara de Lua
Reinando num céu negro
Pairando sobre montanhas de areia
Tecendo saudade numa imensa teia
#‎coisasdeada 
Ada, 7/12/15



Lua, seu pranto fez nascer um rio
Um rio doce e materno
A ganância secou esse pranto
Quebrou da vida o encanto
E você pensou que ele seria eterno
#‎coisasdeada 
Ada, 5/12/15




A lua sorri
um sorriso largo
Acha divertido
Se ver refletida no lago
#‎coisasdeada 
Ada, 4/12/15




Um beijo na Lua
Que sorte ser um cata vento
À noite no mais alto do telhado
Gira sua grimpa apaixonado
Parece ser um grande acontecimento
#‎coisasdeada 


Ada, 3/13/15




Beleza pouca é bobagem
Lua, Vênus e Júpiter
Quando se juntam lá no alto
Parecem encenar num palco
Emoção que não se pode abster
#‎coisasdeada
Ada, 1/12/15




No emaranhado dos pensamentos
Parece que a vida não tem solução
Mas sempre há luz no fim do túnel
Basta ter calma e usar a razão

É como olhar a lua no céu
Seja em que fase for
Sua luz ilumina as idéias
Sua beleza acalma o coração
#‎coisasdeada 
Ada, 30/11/15




Uma noite você surgiu suave
Fazendo parte do silêncio
Foi como um abraço amigo
Que chega com um sorriso
Lua, companheira de viagem
#‎coisasdeada 
Ada, 29/11/15



Chove 
chove água na atmosfera,
E onde não tem gravidade
Chove meteoros
Esse monte de estrelas chove
Chove luz de lua pelos poros


Chove
Chove escuridão também
Chove tiros de canhão
Chove choro de criança Síria
Só falta chover amém

Chove bomba em Paris
Chove lama tóxica em Minas
Chove lamento de pescador
Chove tartaruga por um triz
Chove tristeza e dor

Chicungunha e zika chove
Chove chaga da corrupção
É muito choro num tempo só
Chove indignação
Só não chove na Lua
Que chove no meu coração.
#‎coisasdeada 
Ada, 28/11/15

Lua, me desculpe
Queria lhe fazer um poema
Mas as notícias são tão feias
Que perdi a inspiração

Eu poderia lhe falar algo lindo
Mas o coração anda tão ferido
Ando tão cheia de emoção
Ao ver tanta malfeitoria
Só posso oferecer minha comoção.
#‎coisasdeada 
Ada, 26/11/15


Lua, me desculpe
Queria lhe fazer um poema
Mas as notícias são tão feias
Que perdi a inspiração

Eu poderia lhe falar algo lindo
Mas o coração anda tão ferido
Ando tão cheia de emoção
Ao ver tanta malfeitoria
Só posso oferecer minha comoção.
#‎coisasdeada 
Ada, 26/11/15



"Navegar é preciso
Viver não é preciso"

(Pompeu , general romano no século 70 AC ) 


depois, redita por Fernando Pessoa, o poeta português.



Ó Lua flutuante no universo

Nas galáxias, entre estrelas
O buraco negro perverso
Lá, desconhecido.
Aqui, quimeras
#‎coisasdeada 
Ada, 25/11/15




Pássaros...
Estamos partindo
Buscando o calor do sol
Nem à noite dormimos
Batendo asas insistimos
Enquanto descansas num lençol...

A Lua nos ilumina o caminho
E tudo parece lindo aqui de cima
Mas tem bicho morrendo em todo lugar
Porque tem lama venenosa
desaguando a morte no mar...

E você Lua querida
É a única que aos poetas
(E aos pássaros) pode dar guarida
#‎coisasdeada 
Ada, 23/11/15





Ilumina o silêncio das pedras
Ilumina o ruído das folhas ao vento
Ilumina o regato de águas doces
Ilumina meu pensamento
Ilumina enquanto é tempo
#‎coisasdeada 
Ada, 21/11/15



Lua
Parece mentira
Mas não faz mal

Seja branca, seja amarela
A Lua é sempre bela
Ilumina a noite sem igual
#‎coisasdeada 
Ada, 20/11/15




Lua de papel
Faça você mesmo 
e pendure no lustre 
do seu quarto.





Noite quente, esta!
Apague a luz que refresca!
Mergulhe na onda do mar e
Deixe na janela uma fresta!
#‎coisasdeada 
Ada, 19/11/15




Diz a canção que aqui na Terra
estão jogando futebol
Tem muito samba,
muito choro e roqueinrol

Mas você, Lua, já deve saber
Que tem também destruição
E já estamos planejando
Fazer do turismo sua atribuição.

Espero que viajantes civilizados
Não deixem lixo no seu chão de giz
Para que nunca, nenhum dia
Você se torne outra Terra infeliz
#‎coisasdeada 
Ada, 17/11/15




Penso nos antepassados
Olhando a lua com espanto
O que pensavam não dá prá saber
Continua um mistério no entanto.

Sem entender muita coisa
Eu mesma fico com cara de tacho
Há tantas teorias por você nascer
Que o mistério continua, eu acho.

O que importa é que seu brilho
Enche nossos olhos de lindeza
Inspira o coração do menino
E me transforma em poetiza.
#‎coisasdeada 
Ada, 16/11/15




Nas nuvens vejo coisas
Tem muita gente que vê
Vejo um caranguejo, um porco,
Dois corações e uma cara de gato.

Ah! Mil desculpas Lua!
Cometi um lapso, de fato.
Nem tinha reparado em você!
#‎coisasdeada 
Ada, 15/11/15




Estou sem inspiração
pra falar de você.
Mas olhando bem
pra sua cara de Lua glacê
Descobri que nadica de nada
preciso dizer
#‎coisasdeada 
Ada, 14/11/15



Tem lua que é coisa séria
Olha taciturna, ensimesmada
Não quer conversa, nem tem assunto
Fica estudando o nosso mundo
Analisando a Terra barbarizada
#‎coisasdeada 


Ada, 12/11/15 




Flores colorindo a noite
Verde, laranja e amarela
Elas se abriram com o sol.

Mas é à noitinha,
com a Lua na cara delas
Que se banham de orvalho
E se tornam mais singelas
#‎coisasdeada 

Ada, 11/11/15 




Em algodão doce se transforma
A neblina que cobre o pinheiral
É a Lua doceira que derrama
Colheradas de açúcar cristal
#‎coisasdeada 
Ada, 9/11/15




Por falta de uma...




Penetrando por entre veias,
num entrelaçado delas,
eis que encontro o que faz pulsar 
acelerado, 
enebriado, 
descontrolado, 
apaixonado 
o meu coração
#‎coisasdeada 

Ada, 7/11/15



Nem tente entender... 


Não precisa!



Lua fruta
Lua passarinho
Lua folha
Lua macaquinho
Lua bicho 
solto no mato
Pulando de galho em galho.
#‎coisasdeada 


Ada, 3/11/15







"Eu na janela, 
olhando a lua
Perguntando à lua: 
onde você foi amar?"






Fases da lua





Adoro um Luau
Combina com serenata
Não precisa entender a letra
Basta ouvir o Miau!
#‎coisasdeada 
Ada, 31/10/15





Um silêncio te acompanha
Majestosa em qualquer fase
Em todas elas há um encanto

Seja onde for 
há luz em tua face
#‎coisasdeada 
Ada, 29/10/15





Um minuto sem sua luz
E a sensação aflora
Não vivo sem essa energia
Seu Eclipse dá agonia!
O coração pede, 
não vá embora
#‎coisasdeada 

Ada, 28/10/15



No breu da noite,
No espelho do mar,
Uma luz roubada dorme
É a Lua que serena sonha
Como fazer o amor espalhar...

#coisasdeada


Ada, 21/10/15




Filosofia no telhado
Começa com a lua cheia
No calor das telhas
Que o sol deixou

O calor faz meu corpo relaxar
Mas é na luz fria
Quando a lua ilumina feito dia
Que as idéias coadunam
E clareiam o meu pensar
#‎coisasdeada 

(Ada, 15/10/15)









Hoje a lua despiu seu véu
E flutua a dormir no céu
Na canção que de mim nasceu
Meu amado adormeceu
Meu amado adormeceu

Dorme, meu amor
Como no céu a lua
Tu serás sempre meu
E eu só tua

Dorme, amigo, que a poesia
É um mistério que não tem fim

Dorme em calma
Que assim, um dia
Dormirás para sempre em mim


(Vinicius de Moraes)








Lua gorducha
Comedora dos olhares da gente
Beberrona de sonhos e poemas
Fica redonda de tanto amor
#‎coisasdeada
Ada, 11/9/15


Norturno

Feito gato, ando à noite pelo quintal, 
junto com eles, 
[são cinco agora]. 
Enquanto o sono não chega,
ficamos miando prá Lua quase cheia.
Ela [estridente de luz] acendeu o céu 
e se refastela num ventinho morno de primavera. 
Nos esgueiramos pelo quintal; 
eu caçando sonhos e eles as lagartixas...

Ada, 4/12/14




A lua neste dia 
É uma criança que se diverte no céu 
Gosta de brincar com mágica 
Daria para escrever um cordel 

No circo a céu aberto 
como fosse uma palhaça 
Equilibrando na corda bamba, 
A malabarista de estrelas brancas, 
Faz o seu espetáculo de graça! 

Ada, 12/10/15



#coisasdeada



A Lua redonda e ardida
ilumina um céu negro
que esconde mágoas 
e oculta dores
Entre lágrimas 
doces e salgadas
não consigo ver o seu brilho
Olhos encharcados, turvos

Vejo sim toda a tristeza
empilhada nas nuvens
amontoando-se desordenadamente
umas sobre as outras 
Neste céu de sonhos inconclusos

Meus olhos turvos, opacos
não emanam sorrisos de Lua crescente
nem mistérios de Lua minguante 
nem esperanças de Lua nova

A luz de outrora
amaina, arrefece
apesar de você, assim cheia
redonda e ardida
que ao meu olhar se comparava...
                               [tanto brilho! 

Não adianta lançá-lo como dantes
e sobre minha pele iluminar
Meu olhar não pode mais te acompanhar

Ada 27/5/2010

#coisasdeada



Ladra de Lua

Por aqui a lua 
anda estupenda
Ela paira impune
sobre as casas 
da rua onde moro
Deixa as pedras do chão 
com o brilho roubado 
Tudo fica 
fan-tas-ma-go-ri-ca-mente
iluminado
cheio de vida
perolado 

Meus olhos também 
roubam desse branco
Que o meu coração arrasou
se pudesse dormia 
com olhos abertos
Ladra de lua que sou 

Ada 6/2/2012



#coisasdeada



Numa lasca em riso
a Lua escorregou pelo céu
encheu a sala de luz branca
acenou 
e continuou descendo
sempre sorrindo 
seguiu despencando
até sumir por trás das casas. 

Lasca de Lua fria
todos os dias passa por aqui
no seu eterno retornar 
à mesma hora
passa por minha janela 
como açoite
e simpática me diz, 
boa noite!

Ada, 5/9/11

#coisasdeada




O som de quê, 
que entra no quarto a essa hora? 
Só pode ser daquela lua 
intoleravelmente branca e nua 
que se arrebenta na rua.
A madrugada respira luz 
e suspira sua nudez ousada, 
e o sereno transpira um gelo branco 
em fios que tecem uma dor dilacerante

Esse som, que penetra nos poros da noite, 
não tem como não ser 
daquela lua atrevida, que invejo 
com olhos fechados e insones 
Ensurdece meu pensamento, 
tristemente solidário 
com a dor do mundo, 
que tomo para mim.

Essa luz ruidosa e redonda, 
trinca a terra, que gira, 
que engole respostas 
e o rugido frio dessa lua 

Onipresente em todos os céus, 
e que banha de espuma os telhados 
e invade minha insônia, 
é meu ópio, 
é o som de tudo, 
é o som de nada.

É setembro, de novo.
Então, eu durmo com o som dessa luz 
perturbavelmente branca... 

Ada, 1/9/12

#coisasdeada




No preto da noite 
Fixo na lua meu olhar 
Da esfera luz 
Decoro a geografia 
Crateras a macular

No escuro do quarto 
Guardada prá dormir 
A lua não some 
Pisca centelhas 
na esfera ocular

Ada, 10/9/14

#coisasdeada



Desce da Lua!
Minha mãe dizia,
e correndo descia 
mas ficava pensando nela 
de noite e de dia 

No mundo da lua? 
Minha mãe perguntava, 
e correndo pela escada 
com os pés e a cabeça 
na lua pendurada 

Em dois mundos me dividia: 
de um, para a mãe respondia, 
do outro, tranquila me calava 
É que o primeiro me assustava, 
e no segundo me escondia. 

Ada, 14/10/15


#coisasdeada

2 comentários:

Anônimo disse...

Tudo muito lindo!! vou posta algumas coisas suas em minha pagina, esses poemas são seus? quero por o autor..Bjos

Coisas de Ada disse...

Gostaria de saber seu nome e também qual é sua página. Todos os textos assinados como Ada, são de minha autoria. Não gostaria de ve-los publicados sem indicação da fonte com link para meu blog.

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.

Grata.