“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

08/06/2015

Capelinha de Melão


"Capelinha de melão 
é de São João, 
é de cravo, é de rosa, 
é de manjericão, 
São João está dormindo, 
não me ouve não,
acordai, acordai, 
acordai João"

É um costume antigo homenagear São João no dia 24 de junho com uma capelinha feita de melão, cravo, rosa e manjericão. Exatamente como na música!

Mas sempre me intrigo com a origem das coisas populares, que vão se modificando ao longo do tempo e a gente nem sabe mais porque... e encontrei essa história no Blog Colhendo Historias..




Nenhum comentário: