“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

19/09/2009

Os segredos do "pedigree"

Os videos que anexo nesta postagem, mostram uma realidade assustadora no comércio de cães de raça. O documentário que assisti no Animal Planet, e que encontrei no Youtube, em 5 partes, (vale a pena tirar um tempo para assistir, é emocionante) denuncia o que está por trás do "pedigree", a pureza das raças.

Denuncia os "criadores" das diversas raças e denuncia o Kennel Club, instância máxima que gerencia este comércio inescrupuloso. É cruel. Os problemas de saúde e defeitos congênitos causados pelo cruzamento seletivo e pela endogamia geram raças completamente disformes do seu original. O ser humano, neste nosso sitema capitalista do "tudo por dinheiro", consegue cometer tamanhas crueldades. O documentário faz comparações do cão como era naturalmente, e o mesmo cão hoje. É impressionante o que conseguiram trasnformá-lo (para pior) e o tamanho do mal  feito a eles.

Há casos em que as doenças degenerativas são tão mais graves que, além de afetar o cérebro e o comportamento, causam tanta dor que é preciso sacrificar o cão. Uma verdadeira indústria pet surge, e todos ganham MUITO dinheiro! Laboratórios, produtos de beleza, higiene, farmácias e veterinários e claro, os criadores das raças e seu Clube (Kennel) organizador e gerenciador de maldades.

Nos concursos do melhor cão da raça, (há para gatos também), (e no Brasil também), um cidadão qualquer é eleito para julgar e é quem define o representante daquela raça. Se o cão não se enquadrar nos padrões "inventados", é descartado, e até sacrificado, senão seus criadores não ganham prestígio, troféus... e dinheiro.  Desfilam, portanto, com seus cães quase caricaturas, cheios de defeitos congênitos.

Os ingleses são os precursores da maldade. Por aqui, meu vizinho pode não ter o que comer, mas quer um cão de raça. Quando saio para passear com meu Caillou, me perguntam: "de que raça ele é" e  digo que é um legítimo vira-lata, resgatado da rua, acrescentam: "bem tratado fica bonito, né?"

Vale a pena assitir e divulgar!

"Os segredos do pedigree"

Parte 1



parte 2



parte 3




parte 4


 
parte 5


Um comentário:

Yumi disse...

^^


É um absurdo mesmo oq os ditos seres "racionais" fazem para conseguir sempre mais lucro... Algumas raças ficaram tão atrofiadas em nome da "beleza" que sempre surgem problemas de saúde... Temos listas de problemas que são praticamente certos de acontecer em certas raças como cocker spaniel, cavalie, shit zu, lhasa apso... E o coitados do pug e do bulldog inglês? Por causa dos anos de cruzamento perderam boa parte do focinho e não conseguem mais respirar adequadamente... É uma crueldade sem fim.


ps. Adooooooooooooorei o selinho que vc fez! *.* Eu tow até pensando em fazer um para presentar tbm (Qdo estiver um pouquinho mais folgada)! Vou postar amanhã ok? Posso repassa-lo tbm???



Bjaaaum



x]]~~