“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

04/12/2009

Aprenda a fazer mímica

2 comentários:

Elenara Stein Leitão disse...

Eu jurava que tinha escrito um comentário aqui...
Amei esse filminho, ri muito com a delicadeza das patinhas.
Fiquei preocupada com os amigos de Sampa com a chuva de ontem. Tudo bem contigo ?
Beijos

Ada disse...

Elenara, querida, "a coisa aqui anda feia"... parodiando canção de protesto dos anos 70. Eu moro num lugar alto e distante de rios, mas Sampa foi contruida sobre vários afluentes dos grandes rios Tietê e Pinheiros. Todos soterrados, nem os vemos mais. Está aí uma coisa que tenho curiosidade em pesquisar. Rios de dinheiro foram e são investidos nos rios, mas não aparecem os resultados. O que dói muito porém, é o papel da midia: escondem as responsabilidades do prefeito Kassab (DEM) e do Serra, e no fim de tudo a culpa deve ser do Lula... que afinal gerou empregos e baixou IPI do carro, lotando ainda mais o fluxo da cidade de Sampa!!!
Ah..preciso perguntar para a dona deste gatinho se ele é comestível. Beijos