“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

25/08/2010

Cris Cervo: Prá falar de você

PRA FALAR DE VOCÊ...
É como falar de uma flor
À beira de um caminho,
Espalhando perfume, beleza e cor
Sem a contextura do espinho...

PRA FALAR DE VOCÊ...
É preciso estar paralela
À essa sua generosidade,
Ver no seu olhar, a janela,
Por onde flui tanta bondade...

PRA FALAR DE VOCÊ...
É preciso saber enxergar
Toda a sua luz interior,
Conjugar infinitamente o verbo amar,
Pra medir a extensão do seu amor...

PRA FALAR DE VOCÊ...
É preciso conhecer a sua verdade,
Entrar na sua alma transparente,
Saber entender a sua sinceridade
Virtude em você sempre presente...

PRA FALAR DE VOCÊ...
É preciso sentir a emoção,
Do seu gesto tão grande e belo,
Vindo de um coração
Que é tão puro e tão sincero...

PRA FALAR DE VOCÊ...
É preciso quase ser poeta,
Porque por mais que se fale
Não encontra a palavra certa,
E talvez até se cale...

PRA FALAR DE VOCÊ...
Nem é preciso encher o papel,
Ou até usar palavras demais,
Você é um anjo enviado do céu,
Para na terra, amar os animais..

PRA FALAR DE VOCÊ...
Traço essas palavras, do meu jeito,
Numa simples forma de homenagear,
Com carinho, admiração e respeito
À você... Eliana Ada Gasparini...
Que tem o dom de encantar...

(Cris Cervo)


Tô toda-toda com este carinho! Obrigada Cris.

Um comentário:

Anônimo disse...

Prima também fiquei muito emocionada com a beleza da mensagem de admiração e reconhecimento dos valores humanos, éticos, morais e de amor ao próximo fácilmente percebidos por quem acompanha seu Blog. Sua amiga virtual demonstra grande sensibilidade e conhecimento da alma humana, que independe de religião mas acredita que esses valores humanos são reflexos do aprendizado e da evolução que conseguimos acumular, como espíritos milenares que somos. Você tbm trás essa evolução de sentimentos e atitudes, mesmo não acreditando nisso. Não diga que não é merecedora e sinta-se responsável sim, por continuar fazendo o melhor q pode nesta vida. Como ela mesma diz, FAZENDO A DIFERENÇA neste mundo ainda de tanto sofrimento e dor. Eu tbm prima, reconheço seu trabalho e sensibilidade junto aos animais. E sou fã do seu Blog de tudo q escreve e de sua esperança incansável (do seu jeito) de um mundo melhor. Parabéns prima, que as energias de LUZ do UNIVERSO continuem iluminando seu caminho rumo a um Planeta onde o AMOR deverá ser condutor da humanidade.
Paz e Luz em seu coração
A poesia é linda! Parabéns tbm á ela pela sensibilidade e talento. Prima Ligia