“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

13/09/2010

Boas lonjuras!

"Estava briluz e os siltos tovos gireavan e gimbolavam no vabar. Tão mimíssicos eram os borogovos que os momequis foram transgabar."
Boas lonjuras? Isso é coisa de maluco! Mas vou lhe contar um segredo: as melhores pessoas são...
Johnny Deep, o chapeleiro de Tim Burton em Alice no País das Maravilhas.

Nenhum comentário: