“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

26/01/2011

Guilherme Arantes: Coração Paulista, o que é que me prende à você?

Em 1980, Guilherme Arantes lança o LP Coração Paulista - um diferencial na obra do artista. Guilherme, que começara no rock progressivo, com o Moto Perpétuo, fazia um disco em que homenageava Brasília e São Paulo. 30 anos depois o LP se torna um cult entre roqueiros de várias gerações, além de uma bela, singular e realista homenagem à maior metrópole da América Latina

Nenhum comentário: