“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

19/07/2011

Hanami 2011

4 comentários:

Vitor Menezes disse...

Divulgando para o pessoal do Coisas de Ada:

Narradores do Açu: um web doc contundente sobre a realidade dos desapropriados do Superporto de Eike Batista. No link abaixo:

http://urgente.blogspot.com/2011/07/narradores-do-acu-um-web-doc.html

Abs

Anônimo disse...

Prima amei o video! Q praça especial é essa com tão lindas cerejeiras? Temos aqui perto o jardim das cerejeiras no Parque do Carmo...são todas lindas mesmo! o Caillou tão elegante e charmoso!! Parabéns!


Lígia

Ada disse...

Conheço as cerejeiras do Parque do Carmo. São 2.300 pés de cerejeiras e esse ano deveria acontecer o 33° Festa das Cerejeiras, que sempre acontece em agosto. Procurei informações pela net mas não encontrei. Se você souber os dias, me avisa? Quem sabe a gente se encontra debaixo do cor-de-rosa? Tenho fotos maravilhosas desta visita...

Estas cerejeiras, (são 6 árvores) ficam numa pracinha que passeio com Caillou, ao lado do terminal Jabaquara. Em minhas caminhadas levo de 20 a 30 minutos para ir, curtir e soltar o Caillou para correr livre. Ele ADORA.. e eu por tabela. Todo ano, faço fotos das cerejeiras nessa época do ano. E um monte de gente também faz. Beijos mil.

Mari Lee disse...

Hanami no Parque do Carmo: 6 e 7 de agosto
http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/noticias/index.php?p=45549