“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

15/06/2012

Flor cheirosa de Tília


Flor cheirosa de Tília
                                                   [um exercício do imaginar] 

Me dissolvo no perfume da Tília.

Levitando, me contorço sinuosamente
entre os vãos do seu aroma.
Esparramo-me em lençóis limpos e durmo.
Vou sonhar com suas pérolas docemente perfumadas
E o perfume doce e perturbador do meio-dia
não atrapalha o labor das abelhas!
Não perturba o meu delicado navegar...
(Ada 15/6/2012)
Tilia's Flower by Feather Drug on Grooveshark



































Sobre as tílias ...

As flores da tília são branco-amareladas agrupadas de 5 a 10 num pedúnculo comum soldado a meio de uma bráctea, têm 5 sépalas e 5 pétalas e numerosos estames que assemelham-se a brincos de pérolas pendurados. Exalam um perfume muito intenso. diascomarvores.blogspot

Árvore de Tília é muito cultivada em Portugal, mas na América também existem diversas espécies de tílias. Majestosa, de copa densa e sombra magnífica produz as brácteas, estranhas folhas verde-claro, contrastantes em cor e forma com as suas congêneres, no meio das quais sai o pedúnculo com as singelas flores branco pérola. Estas brácteas são o chá de Tília.

As flores de tília crescem na primavera e verão, e são colhidas no verão. O delicioso perfume da tília é associado à calma e à serenidade. Ideal para promover um bom sono, mesmo em crianças.

A floração não dura muito tempo, por isso as flores se dizem efêmeras devendo ser secas à sombra e conservar-se longe da luz e do ar.

A infusão das flores de tília é muito usada devido ao seu sabor suave e às suas propriedades ligeiramente calmantes, contra febres e ajudam na transpiração indicada em caso de resfriados e distúrbios do sono, são uma fonte rica em magnésio, com propriedades sedativas, antiespasmódicas e vasodilatadoras. Tem pequenas quantidades de tanino que as tornam emolientes e anti-inflamatórias. As suas aplicações são muito variadas, mas todas elas giram em torno das suas propriedades sedativas e relaxantes: Afecções do sistema nervoso, excitação nervosa, angústia e ansiedade, insônias, enxaquecas, afecções respiratórias, cardíacas, digestivas e da pele. 

***

Poema para as Tílias



Tenho uma tília adorável

Bem diante da janela, 

Sentindo odor agradável 

Se chego mais perto dela. 


Plena de flores discretas 

Pequeninas, rendilhadas, 

Com o Sol luzem abertas, 

Sedutoras e douradas. 


A sua sombra aproveito 
Em dias de mais calor, 
O Senhor sempre perfeito 
Fê-la crescer com vigor. 

Mas não estão todas assim 
Tão belas e tão frondosas, 
Há outras no meu jardim 
Vergadas e desditosas. 

A brisa leva o perfume, 
Com ela o meu pensamento, 
Saudade sem um queixume, 
Outra tília, outro vento... 

Acalma-se a minha mente 
Face ao suave prazer, 
Da linda árvore presente, 
Um raminho eu colher! 

(Maria da Fonseca)

***

O cheiro da tília em flor
anda no ar 
Procuro agarrar o amor 
que o sonho vem desafiar. 

Maravilhosamente enternecedor
como o perfume da tília em flor 
Ouço o badalar da igreja do largo 
Esse badalar que me leva ás raízes 
Que trago enclausurado para lembrar
Tantos dias felizes. 

Memórias de infância mais uma vez 
Recordadas anos a fio. 
Paradas em mim, como relógio caduco...talvez!

Na dormência que causa frio. 
Outono de multicoloridas 
folhas mortas. 
Tantas situações vividas 
Tantas horas tortas. 

A memória sempre a atiçar 
Volto atrás mesmo sem querer 
Para mim é como respirar 
Ou esperar o dia anoitecer. 

(Natalia Nuno)




Tília é o nome de um gênero de árvores da família das Malváceas, com cerca de 40 espécies. Era considerada uma árvore sagrada pelas antigas civilizações germânicas, dotada de uma longevidade pouco comum, chegando a viver cerca de mil anos. É uma árvore de grande porte, frondosa, nativa da Europa e do oeste da Ásia.  A tília é a árvore nacional da República Tcheca e suas espécies mais comuns são : Tilia Cordata, Tilia Americana, Tilia Nobilis e Tilia Insularis. 


Gostaria imenso de ver uma árvore destas em São Paulo, será que há?

2 comentários:

Helena disse...

Obrigada pelas informacoes sobre a tilia, a linda poesia e as flores soberbas! bj Male

Ribba Teixeira disse...

Grande informaçao, muito necessaria. Lindas poesias, fiquei maravilhado ao le-las.