“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

19/08/2012

Persigo São Paulo

Persigo Sao Paulo by Itamar Assumpção on Grooveshark
Persigo São Paulo

Não, não
São Paulo é outra coisa
Não é exatamente amor
É identificação absoluta

Sou eu
Eu não me amo
Mas me persigo
Bonita palavra, perseguir

Eu persigo são paulo
Eu persigo são paulo

Não, não, não, não, não.
São Paulo é outra coisa
Não é exatamente amor
É identificação absoluta

Sou eu
Eu não me amo
Me persigo
Me persigo
Bonita palavra, perseguir

Em tudo que a sua etimologia sugere e confessa
Eu persigo são paulo
Não, não, não, não, não.
São Paulo é outra coisa
Não é exatamente amor
É identificação absoluta

Sou eu
Eu não me amo
Mas me persigo
Bonita palavra, perseguir
Eu persigo são paulo
Eu persigo são paulo
Eu persigo são paulo
Eu persigo são paulo
Eu, eu persigo são paulo

São Paulo sou eu
Pronto

Nenhum comentário: