“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

09/09/2012

Manacá da Serra no meu quintal

Manacá da Serra no quintal de Ada
Manacá da Serra do meu jardim #coisasdeada
Manacá da Serra no quintal de Ada
Manacá da Serra do meu jardim #coisasdeada

Manacá da Serra no quintal de Ada
Manacá da Serra do meu jardim #coisasdeada

Manacá da Serra no quintal de Ada
Manacá da Serra do meu jardim #coisasdeada

Agora espero a borboleta vir se alimentar do manacá...
Methona temisto ou borboleta do manacá

Um Manacá de Serra está fazendo parte do meu jardim. Diria "jardim suspenso" pois as plantinhas estão em vasos. As flores rebentam em botões brancos, abrem-se branquinhas e vão "amadurecendo" tornando-se cor-de-rosa e por fim lilás. Numa mesma arvorezinha vê-se flores com três cores! Tenho Pitangueira; Mexerica Ponkan; Ficus; algumas orquídeas; violetas (na janela); Primavera da cor fúcsia; flores de maio de todas as cores; pimenteiras; samambaia; Ibisco; cravíneas; cactus, felicidade e até batata doce na água. Isso é a delícia de se ter um quintal, nem que seja "zinho", para receber beija-flores e abelhas.


Agora vou aguardar que as Borboletas-do-manacá, amarelas e pretas, as Methomas Themistos venham saborear da folha do Manacá. O nome destas lindonas já explica tudo: elas dependem do manacá para sobreviver, uma vez que só se alimentam das folhas desta arvoreta.




Essa borboleta tem, em média, 80 mm de envergadura, com asas transparentes. Esse detalhe e o seu próprio tamanho facilitam a sua fuga dos pássaros. Ela pode voar a grandes distâncias e juntar-se a outras populações da espécie. 

Considerada uma das borboletas mais observadas no Brasil, o interesse por elas tem uma razão extra de ser: em sua fase de larva, dá para observar tudo, e o que é melhor, a uma altura equivalente à estatura humana. A crisálida (estado intermediário por que passam os lepidópteros para se transformarem de lagarta em borboleta), nas cores amarela manchada de preto, é encontrada sob as folhas da árvore e até nas imediações dela... vou aguardar esse espetáculo e venho aqui contar, tá?  (Ada, set/2012)

Um comentário:

Ada disse...

Pôxa, esqueci-me do brinco de princesa, das heras, da palmeira, da flor-de-outubro e por fim, das suculentas! Acho que agora todas foram citadas.