“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

12/11/2014

Igualdade de gêneros no mundo está longe de nós


O documento do Fórum Econômico Mundial em Davos destaca que os avanços na questão da igualdade de gêneros em todo o mundo foram pequenos. A brecha entre homens e mulheres ainda está em 60%, e em 2006 era de 56%, ou seja, aumentou a diferença! Nesse ritmo, levará 81 anos para o mundo fechar essa brecha completamente. Isso significa que minha bisneta talvez possa vislumbrar algum avanço. Com maior probabilidade, minha tataraneta poderá desfrutar dessa igualdade! 

Nenhum comentário: