“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

17/12/2005

2006 um ano bom prá cachorro!

2006 segundo a Astrologia Chinesa 

Dia 29 de janeiro de 2006 entramos na regência do cachorro de fogo, segundo a milenar astrologia chinesa. Depois de um ano de galanteios no amor e desmandos na área profissional, deixamos o Galo e nos voltamos para este novo signo. O que esperar dele? De todos os animais da roda chinesa, não há um que simbolize mais a amizade e o amor leal do que o Cão. Suas características vão estar presentes durante todo o ano de 2006 e nosso desafio será sair da ordem estabelecida pelo Galo e entrar no aparente caos brincalhão do Cachorro.

Em 2005, o mundo não foi muito bom com os desordeiros, os amantes da bagunça e os seguidores do caos, no geral. O Galo, um ordeiro compulsivo, bateu asas e gritou feito um louco tentando arrumar a casa. Como também gosta de um palco, sapateou e esporou quem o desafiou. Muitas pessoas em posição de comando estressaram todo o ambiente de trabalho simplesmente tentando ganhar uma discussão ou provar um ponto de vista, mais por ego do que por lógica, pois é assim que funciona o Galo e estivemos todos sob sua influência neste ano. 

Agora, quando começamos a nos acostumar a colocar as coisas em seus devidos lugares, eis que surge o Cão, um animalzinho que adora tirar as coisas do lugar. A regência do Cachorro vai ser diferente de acordo com o signo de cada um, mas já dá pra saber o que esperar deste ano e como tirar o melhor proveito dele. Apesar do Cão ser meio bagunceiro, o ano não será de todo uma bagunça. Por incrível que pareça, haverá uma certa ordem e, especialmente, muita cor e movimento. A tendência geral é para as coisas simples, porém divertidas (como ir à praia, fazer um piquenique no parque, comer pizza com os amigos). Mesmo no trabalho, o Cão não influenciará grandes idéias que mudam o curso da Humanidade, mas sim as pequenas, que tornam a vida muito mais fácil. Uma das melhores coisas que teremos em 2006 através da influência do Cachorro é a preocupação com o outro. 

O Cachorro simplesmente adora cuidar de outras pessoas e vai despertar esse sentimento na grande maioria das pessoas. Assim, veremos uma maior preocupação com o outro, um cuidado, um carinho que, cá entre nós, tem feito falta. Por outro lado, aumentarão também as brigas entre irmãos ou amigos, criando birras que podem durar anos. Cabe a cada um saber que orgulho não substitui o amor de outra pessoa e que é muito melhor conviver bem do que provar que está certo. 

No Trabalho, chovem cães e gatos...

Mas só os cães trabalham. Os gatos chegam às onze e meia, saem para o almoço e tiram a tarde de folga. Neste ano, a natureza do cão vai influenciar os que tem sintonia com ele (quem possuir o Cão como regente em uma das três casas: animal solar, animal lunar e animal oculto), aumentando a vontade de trabalhar e o espírito de dedicação a uma tarefa. Infelizmente, há quem abuse desse gosto pelo trabalho e o Cão é facilmente enrolado. É muito fácil abusar de um Cão e, por isso mesmo, vai ter muita gente carregando peso extra nas costas. Como o Cão é exagerado, esse excesso de dedicação poderá levá-lo a uma cama rapidinho. Motivos comuns neste ano para visitas ao médico serão doenças recorrentes do excesso de trabalho, desde as mais corriqueiras, como estafa e estresse, até as mais graves, como enfarto. Um bom conselho para todos neste ano é saber impor limites a si mesmo. Se está sobrecarregado de trabalho, não aceite mais só pra ajudar. Também é bom se divertir e escolher como. Cães gostam de família e amigos, mas por vezes sentem-se constrangidos em participar de programas que outros pensem ser “caretas”. Assim, acabam assumindo diversões que acabam sendo mais um “trabalho” pra ele, só pra agradar outras pessoas. 

A diversão para o Cão está intimamente ligada ao seu bem-estar. Se ele não encontrar uma forma de liberar o estresse, enfrentará insônias e problemas digestivos. Algumas profissões sofrem influência direta do Cachorro e naturalmente elas estarão em evidência em 2006. Pessoas que lidam com livros, especialmente os de investigação, suspense, terror e ocultismo, estarão em um bom momento. Os que escrevem terão a inspiração necessária e os que vendem ou comercializam de alguma forma terão um público ávido por este tipo de literatura. Também prestigiados os que trabalham com jardinagem e decoração. Todas as profissões que tenham como foco a ajuda a outra pessoa estarão especialmente beneficiadas, como médicos, assistentes sociais e enfermeiros. Como o Cachorro possui um afinado senso de Justiça, também influenciará pessoas que trabalhem nessa área, como juízes e advogados. Outra característica que o Cão empresta ao ano é a coragem e ousadia, o que beneficiará profissões como bombeiros e policiais. 

Divirta-se em 2006! 

E como a diversão faz parte da saúde do Cão, 2006 será um ano muito divertido! Como o Cão se dá com basicamente todo mundo, quase todo tipo de diversão lhe cai bem. Assim, teremos todo tipo de lazer e programas para escolher. O hábito favorito do Cão é ler, e este será um novo hobby pra muita gente neste ano. Nos esportes, o ciclismo, a natação e o futebol serão favorecidos. Teremos também mais encontros entre amigos, sejam festas dançantes (quem curte dançar, terá bons momentos neste ano), sejam recepções caseiras com bate-papo informal. As oportunidades não vão faltar e será um ótimo ano não só para cultivar os antigos amigos, mas para fazer novos. Aproveite! São eles que estarão com você quando o trabalho não for mais uma prioridade, seus filhos estiverem casados e seus joelhos estiverem doloridos. 

Um amor canino 

No amor, 2006 será apaixonado e arrebatado, não porque seja o ano do Cachorro, mas por ser o ano do Cachorro de Fogo. Na Astrologia Chinesa, os signos se dividem entre ying e yang e entre os cinco tipos: madeira, metal, fogo, água e terra. Esses elementos interferem diretamente na regência daquele ano. No caso de 2006, com a regência do Fogo no signo do Cachorro, temos amor apaixonado, porém fiel e propenso a compromissos. Teremos muitos casamentos e uniões estáveis, pois o Cachorro adora família. Sem uma família, sente-se perdido e por mais que goste da liberdade, seu sonho mesmo é ter uma casa com pessoas que o amem e de quem ele possa cuidar. Sob sua influência, as pessoas vão procurar estar sempre com alguém e 2006 terá dois extremos: os que vão se sentir felizes por terem alguém e os que vão se sentir extremamente solitários. Mantenha esse recado em mente: haja o que houver, procure estar com pessoas. Se não for o amor da sua vida, que sejam seus familiares e amigos. Há várias formas de amor e, para o Cachorro, todas são lindas. Quem ficar obcecado por um amor idealizado, pode se decepcionar por não encontrá-lo e ainda perder bons momentos por não aproveitar o amor que já existe em sua vida. Como o Cachorro é muito idealista, o ano traz uma aura de amores impossíveis e desilusões. E se prepare! A dor de cotovelo neste ano será daquelas!!! Ao mesmo tempo em que teremos gente pulando de alegria por estar com o ser amado, teremos gente uivando de desespero por ter se desiludido. Fique calmo! Nada que um novo amor não cure. 

E o dindin? Como fica em 2006? 

O Cachorro de Fogo é impetuoso e vai emprestar essa ousadia ao ano. Isso vai fazer com que mais pessoas se arrisquem em negócios e investimentos e as chances de ganhar dinheiro aumentam. Como o Cachorro possui um coração enorme e um grande senso de Justiça, premiará os que estiverem trabalhando em prol de ideais elevados. O maior problema de 2006 foi ter vindo depois de 2005, um ano horroroso em finanças para a maioria das pessoas, graças à influência estranha do Galo. Assim, teremos grandes começos, boas perspectivas, mas frutos mesmo, não tantos. Um bom conselho para 2006 é trabalhar com gosto, mas sem exageros, e esperar a recompensa. Não faça gastos desnecessários, mesmo que pinte uma grana inesperada, pois as contas feitas em 2005 ainda surtirão efeitos dolorosos em 2006. Quem estiver a fim de tentar uma coisa nova, será um bom ano para apostar em si mesmo. 2006 prestigiará as pequenas e médias empresas que começarem sob a regência do Cachorro. No mais, é aproveitar o ano para se divertir (o Cão não precisa de muito para se divertir), ler bastante, sair com os amigos e trabalhar com alegria. A recompensa virá, senão em 2006, com certeza em 2007, ano do Porco, um ano que traz a prosperidade e a fartura depois de alguns anos de sufoco. Mas uma coisa é certa. Com o Cachorro, 2006 será com certeza melhor que 2005. Isso já é um alívio, não? 

Por Eddie Van Feu
(é jornalista, bruxa e editora da revista Wicca)

Nenhum comentário: