“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

06/04/2009

haicai - definindo a angústia

pássaro revoando dentro do peito
se debate desesperadamente
tentando sair

(Ada 6/4/2009)

2 comentários:

efvilha disse...

Ah! essas nossas almas... travestem-se elas de tudo o que há... às vezes, de "pássaro agitado", às vezes de "Angústia".

E se existimos, o fazemos tão somente por essas nossas almas.

Há algo de novo no meu blog.

Beijo de Paz.

Elenara Stein Leitão disse...

Eu também....e ele teima em querer voarnas horas mais impróprias,justo quando um trabalho bem chato me chama a comparecer...

Beijos
Elenara