“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

11/06/2009

Durma com este barulho!

Av. 23 de maio dia 10 de junho de 2009 com chuva


Trânsito quebra recorde histórico 2 vezes neste dia 10 de junho de 2009, com 293 km. Em São Paulo se registrou às 19h desta quarta-feira o maior índice já registrado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O número representa lentidão em 34% das vias monitoradas pela companhia. Às 18h30, o trânsito já havia batido o recorde histórico, com 268 km. O paulistano passa em média 4 horas nestes congestionamentos, mesmo em dias que não concorrem ao GuinesBook, como o de hoje. "Na medida do impossível, tá dando prá se viver, na cidade de São Paulo..." e cá vou eu nesse dia-a-dia imprevisível, estafante, irritante, poluído... Se o transporte público fosse eficiente e eficaz, a cidade seria menos caótica, mas os ricos agora andam de helicóptero (o mais simples custa 3,2 milhões de dólares), então danem-se os meros mortais. E sabem quem entrou no ramo de venda de helicópteros? Emerson Fittipaldi!!

Nenhum comentário: