“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

16/02/2011

Vamos tomar um chazinho de erva-doce?


O Chá Mate Leão, com sabor de erva-doce, traz escrito em seu saquinho:

“O ritmo do Chá Leão Erva-doce é suave, cadenciado, macio. Gostoso como ficar sentado na sombra, vendo o dia passar. Doce desde o nome, a erva-doce não precisa se impor. Ela cativa. Porque a erva-doce tem aquela delicadeza sutil que ninguém é bravo o bastante para resistir. Chá Leão, o seu momento.”


Um comentário:

Cristina Ramalho disse...

hummmm.... gostosooooo... eu aceito o convite!! :)