“Se deixou levar por sua convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.” (Gabriel García Márquez, em "O amor nos tempos do cólera")

02/05/2014

Romeu e Julieta do século 21

Romeu e Julieta do século 21

O nome dessa receita eu inventei, a receita original não tinha nome. Vi-a num programa de TV e, além de interessante, achei simples de fazer. Eleva o tradicional “queijo com goiabada” a um status de sobremesa delicada e chique, além de não ser enjoativa. A receita também foi readaptada por mim e acrescento dicas importantes que aprendi na prática e o passo a passo vai ajudar aos menos experientes na cozinha.

As Goiabas e a calda delas

6 goiabas vermelhas maduras, porém firmes
6 colheres de açúcar (uso o menos refinado da União)
2 xícaras (chá) de água (240 ml)
3 colheres de sopa de gelatina em pó na cor vermelha qualquer sabor
1 pau de canela grande

Recheio
1 pote de Cream Cheease (uso o Danúbio Light). O Catupiry também fica excelente.

Farofa
2 colheres (sopa) de farinha de mandioca crua
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de castanha de caju (ou nozes) picadas

Modo De Preparo

Descasque as goiabas com cascas fininhas e corte-as pela metade. Coloque-as numa panela com a água, açúcar e canela e deixe levantar fervura até que as sementes fiquem soltas facilitando a retirada delas.

Desligue o fogo e retire as metades, uma a uma, com uma colher, e delicadamente para que não arrebentem, e coloque-as numa peneira para esfriar e facilitar o manuseio.

Depois de frias, pegue cada metade da goiaba na palma da mão e com uma colher retire, também delicadamente, a polpa voltando-as com semente e tudo na mesma água que usou para ferve-las.

Acomode as metades ocas numa travessa, a mesma travessa que vai usar para levar à mesa. As goiabas ficarão com o formato de cuias. Recheie caprichadamente com o cream cheese e reserve.

Volte ao fogo aquela água doce com canela e com a polpa e sementes e acrescente a gelatina. Se achar que evaporou muito, acrescente um pouco mais de água, a calda tem que ser suficiente para cobrir as goiabas generosamente. Ferva até que forme uma calda. Não vai ficar muito grossa, mas depois de fria ela encorpa mais. Retire do fogo e coe a calda passando-a por uma peneira com auxílio da colher até que toda a polpa seja aproveitada, desprezando apenas as sementes.

Regue generosamente as goiabas recheadas com essa calda e leve para gelar.

Farofa de Caju ou Nozes

Coloque em uma frigideira a farinha de mandioca crua, o açúcar e a castanha de caju, ou nozes picadas, misture e leve ao fogo médio mexendo sempre até dourar (+/- 5 minutos) e ficar em gruminhos crocantes. Apenas na hora de servir, polvilhe a farofa sobre as goiabas. Sirva em tigelinhas.  








By Ada, 2 de maio de 2014.

Nenhum comentário: